Passeando em Cuiabá – Pontos Turísticos de MT

Atenção o blog mudou de endereço, agora é  www.artedamarcinha.com.br  Visite todo nosso conteúdo!!

Neste mês de abril, meu pai e minha mãe vão voar pela primeira vez! Aproveitando uma promoção de uma Companhia aérea vão experimentar essa nova emoção de ver tudo la de cima e ainda rever o irmão que mora num sítio perto de Cuiabá, e não se vêem a muuuuito tempo!

Pesquisando na net os melhores lugares para eles passearem e curtirem os 7 dias que passarão por la,  já indiquei um passeio pela ala comercial da cidade, especialmente nos calçadões centenários.

A cidade também é ótima para as compras: do artesanato indígena aos doces típicos e licores caseiros. Além de tudo isso, os fãs de comidas regionais ficam satisfeitos com os deliciosos pratos servidos nos restaurantes, a grande maioria à base de peixes da região, como a piraputanga.

Não podem ser esquecidas as interessantes danças típicas, como o Rasqueado, o Cururu e o Siriri desse povo que vive no Centro Geodésico da América do Sul.

o Museu de História Natural não pode ser esquecido, com seu acervo imenso de Antropologia; Arte Sacra; o Museu Histórico, além de um ateliê livre.

Outros dois museus importantes são o Museu Rondon e o Museu de Pedras Ramis Bucair, que tem belos acervos de trabalhos indígenas e pedras das mais diversas, incluindo um meteorito e um fóssil de DINOSSAURO!

HORTO FLORESTAL
É um dos parques mais tradicionais de Cuiabá. O local é ótimo para apreciação da flora, com dezenas de espécies da região. Horário: 7h às 17h de seg. à sex. Rua Ivan R. Arrais, Coxipó, (65) 661-1681.

AQUÁRIO MUNICIPAL
Fundado em 1999, faz parte de um complexo que inclui o Museu do Rio e a reurbanização da avenida Beira Rio. Oferece a oportunidade de conhecer os peixes do Pantanal. Aí vê-se o Rio Cuiabá e um pouco da Cidade. Ao entardecer, as águas do Cuiabá se turvam de tons laranjas e lilases à medida em que o sol vai se pondo. Av. Beira Rio s/nº, Porto, (65) 623-1440.

PALÁCIO DA INSTRUÇÃO
Localizado no centro de Cuiabá, possui o Museu Histórico que retrata Mato Grosso do período colonial à República e Museu de História Natural e Antropologia, com exposição de pesquisas técnico-científicas ligadas ao Centro de Zoologia, Botânica, Antropologia e Paleontologia do Estado. Abriga também o Museu de Arte Sacra e pode ser fechado para restauração entre 2003 e 2004. Praça da República, 151, Centro, Cuiabá.

PRAÇA IPIRANGA
É uma praça cheia de atrações. Além do Gogó da Ema – uma palmeira centenária retorcida parecida com o pescoço de uma ave, abriga um coreto alemão que veio da cidade de Novo Hamburgo e, de acordo com os mais antigos, nunca foi pago.

Os demais pontos turísticos se espalham até o município de Chapada dos Guimarães (Portão do Inferno, Cachoeirinha, Véu de Noiva, Casa de Pedras, Pousada Penhasco, Mirante). De Chapada dos Guimarães a Campo Verde, município mais próximo, há outros lugares igualmente paradisíacos, que os turistas têm procurado por não haver proibições comuns aos demais pontos localizados nas margens da Rodovia Emanuel Pinheiro, no território cuiabano e chapadense.

Em apenas duas horas, a partir da Capital mato-grossense, o turista aporta na cidade sede do miolo pantaneiro, Poconé, que acessa os logradouros turísticos mais famosos da região alagada (Porto Cercado, Porto Jofre, Sesc Pantanal e outros). A maioria dos visitantes sempre se encanta ao presenciar a liberdade dos animais da região, jacarés, onças, pacas, macacos, répteis e aves de coloração impressionante.

A cerca de 50 km da zona urbana da capital, está localizado o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Com acesso pela rodovia MT-251, o Parque tem 70% de sua área no município de Cuiabá. A Chapada é famosa por suas formações rochosas exuberantes, rios sinuosos próprios para banho e dezenas de cachoeiras. Ao todo, são mais de 30 pontos turísticos. Um dos mais fascinantes é a cachoeira do Véu de Noiva, com uma queda que ultrapassa os 70 metros de altura. O Morro de São Jerônimo, o despenhadeiro do Portão do Inferno, a Cachoeirinha, os rios Mutuca, Claro e Paciência, além da Casa de Pedra, são alguns dos atrativos.

PROJETO PEIXE NOSSO

Em Cuiabá tem também um importante projeto da Prefeitura, o Projeto Peixe Nosso onde Pequenos proprietários do município de Cuiabá, que antes se dedicavam mais à cultura de sobrevivência e à produção de hortifrutigranjeiros, agora passam a contar com uma nova alternativa de renda: a Piscicultura!

Essa nova fonte de renda foi propiciada pelo projeto Peixe Nosso da Prefeitura de Cuiabá, que constrói tanques para servir de viveiros e distribui alevinos de tambacú, peixe de grande aceitação no mercado consumidor.

Iniciado em 2008, o Peixe Nosso já construiu 34 tanques no Cinturão Verde do bairro Pascoal Ramos, distribuiu alevinos, forneceu ração para o começo da atividade e hoje os produtores já comercializam o peixe que produzem.

Dezenas de outros tanques estão sendo construídos, outros aguardam licenciamento ambiental e a meta é chegar a 100 tanques até o final deste ano. Além dos produtores do Cinturão Verde, pequenos proprietários de outras comunidades, como Sucuri e 21 de Abril, também estão sendo beneficiados pelo projeto!

Vale lembrar que Cuiabá concentra o ponto de partida para diversos cenários de belezas locais e interioranas: a Amazônia e o Vale do Araguaia, exuberantes cenários que têm fácil acesso por rodovias pavimentadas e onde se pode chegar mais rapidamente ainda, em vôos regulares de companhias aéreas regionais!

Fonte:
Prefeitura de Cuiabá: http://www.cuiaba.mt.gov.br

Apostila sobre o Parque Estadual Cristalino:

http://www.soscristalino.org.br/docs/cartilhacristalino.pdf

http://www.turismocuiaba.com.br/novosite/?pg=ecoturismo

http://www.achetudoeregiao.com.br

Lista de Hoteis com Valor:
http://www.hotelinsite.com.br/procura/resultado.asp?cid=cuiaba

bjinhus**

Atenção o blog mudou de endereço, agora é  www.artedamarcinha.com.br  Visite todo nosso conteúdo!!

Anúncios

Jardim Botânico em Curitiba – PR

Um dos lugares mais lindo que visitei em Curitiba no Paraná foi o Jardim Botânico!!!

Foi inaugurado em 1991. É um dos pontos mais visitados de Curitiba criado à imagem dos jardins franceses, estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada.

 

O Museu Botânico, dirigido por Gert Hatschbach, atrai pesquisadores de todo o mundo. Tem espaço para exposições, biblioteca e auditório. Atrás da estufa está localizado o espaço cultural Frans Krajcberg com exposição permanente de 114 esculturas desse artista/ambientalista.

 

 

A estufa construída em estrutura metálica, abriga espécies botânicas que são referência nacional, além de uma fonte de água!

 

 

O projeto é do arquiteto Abrão Assad, que também planejou o Museu Botânico, com auditório, centro de pesquisas, espaço para biblioteca especializada e sala de exposições temporárias e permanentes.

Atualmente o Museu Botânico de Curitiba tem o quarto maior herbário do país!

 

 

Todo o Jardim Botânico possui uma área total de 278 mil metros quadrados, incluindo o bosque com mata atlântica preservada.

 

Espero que tenham gostado e ai estão os dados pra quem quer vista-lo também:

 

Localização:
Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n°. – Jardim Botânico.
Tel: (41) 3264-6994 (Administração) / 3362-1800 (Museu).

 

Horário:
Das 06h00 às 21h00 > durante o horário de verão.
Das 06h00 às 20h00 > durante o horário de inverno.

 

Ônibus:
Expressos Centenário/Campo Comprido e Centenário/Rui Barbosa. Descer ao lado do Botânico.
Linha Cabral/Portão. Linha Alcides Munhoz (ponto Al.Dr.Muricy).Descer em frente ao Jardim Botânico.

 

Acesso:
Trav. Tobias de Macedo / Trav. Alfredo Bufren / Rua Amintas de Barros / Rua Tibagi / Av. Presidente Affonso Camargo / Rua Eng°. Ostoja Roguski.

 

 

Fonte: http://www.curitiba.pr.gov.br

Férias em Foz do Iguaçu nas famosas Cataratas!

 

E aí vai mais uma dica de lugar legal para ir nas Férias ou algum dia de folga… Vamos conhecer o nosso imenso e lindo Brasil!

 

Férias em Foz do Iguaçu no Estado Paraná

A palavra Iguaçu significa “água grande”, na etimologia tupi-guarani. O rio nasce próximo à Serra do Mar e deságua no rio Paraná.

Formadas há aproximadamente 150 milhões de anos, as quedas isoladas variam de 150 a 300 – dependendo da vazão do rio, formando uma frente única em tempo de cheia.

O Parque Nacional do Iguaçu foi tombado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO.

O Parque faz divisa com a Argentina e proporciona aos visitantes no lado brasileiro uma visão privilegiada das quedas, com dimensão panorâmica.

Nos períodos que chovem bastante as Cataratas aumentam muito a vazão de água e dão um banho nos turistas… as vezes só uma garoinha, outras vezes o parque até fecha algumas passarelas, de tanta agua! O dia que eu fui tava só chuvisco fino, uma delicia!

Já no país vizinho, a vantagem é o contato e integração com a natureza, podendo-se ver os saltos de vários ângulos, por meio de passeios de ônibus especializados com gravação de narrações sobre informações do parque em inglês, português e espanhol.

O parque oferece também opção de caminhadas em meio a mata e deliciosos passeios de trem.

O acesso ao Parque se dá através do Centro de Visitantes, localizado em área externa da reserva. No local, existem serviços de informações, sanitários, fraldário, ambulatório médico, posto bancário, caixa de coleta do correio, telefones públicos e sala para atendimento de guias e operadoras turísticas, loja de souvenirs e uma lanchonete, além da administração da concessionária, chamada Cataratas S/A.

 

ENDEREÇO: Rodovia das Cataratas, km 18 – Parque Nacional do Iguaçu

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Diariamente (inclusive feriados), das 9h às 17h e das 9h às 18h (horário de verão)

OUTRAS INFORMAÇÕES: Cataratas S/A: (45) 3521-4400 – Fax: (45) 3521-4408 / Instituto Chico Mendes: (45) 3521-8383 – Fax: (45) 3521-8360

E-mail: Cataratas S/A: cataratas@cataratasdoiguacu.com.br

 

Amanhã vou postar outro passeio que fizemos em Foz…. No Refúgio Ecológico, é lindo… então até amanhã e

 

Boas Férias a todos!

 

beijinhos e comentem!!

Parque Tanguá

Mais um inesquecível passeio que fizemos em Curitiba foi conhecendo o Parque Tanguá:

Tanguá significa “baía das conchas”. Fonte: IPPUC

Construído em antigas pedreiras que hoje estão desativadas, o Parque Tanguá é um dos principais e mais belos parques da cidade de Curitiba no Paraná.

Esse encantador parque foi fundado em 1996 e possui uma área de 235 mil metros quadrados garantindo a preservação da bacia norte do Rio Barigui.

 

Possui dois lagos e um tunel artificial, pelo qual os visitantes podem passar de barco. É dotado ainda de dois andares, na parte de baixo com ancadouro, ciclovia, pista de corrida, lanchonete, estacionamento para carros e uma grande porção de mata preservada, surpreendendo por sua beleza.

Na área superior localiza-se o lindo Jardim Poty Lazzarotto, inaugurado em 6 de junho de 1998. O nome foi dado em homengem ao talentoso artista plástico curitibano Poty Lazzarotto que possui obras espalhadas por toda a cidade.

Horario de visitação do Parque Tanguá
diariamente entre as 8:00 e as 18:00 horas

Localização:
– Rua Dr. Bemben, no Pilarzinho
Ônibus:
– Nilo Peçanha (Travessa Nestor de Castro – ponto final)
– Vila Nori (a partir da Praça Tirandentes)
– Linha Turismo

Espero que tenham gostado… e visitem, vale a pena!!! beijos*

Bosque do Alemão

Outra parada do ônibus, descemos no Bosque do Alemão:

 

O Bosque é formado por mata nativa densa. Foi criado para homenagear a cultura e as tradições que os imigrantes alemães trouxeram para Curitiba a partir de 1833.

Bosque em homenagem aos imigrantes alemães, tem uma trilha que ilustra um conto dos Irmãos Grimm  “O caminho de João e Maria”

Leiam a historinha no link abaixo, relembrar para contar a seus filhos… http://www.contandohistoria.com/joao_e_maria.htm

 

 

 

O bosque tem em seu interior uma sala para consertos musicais chamada de Oratório Bach, Tem a torre dos Filósofos com um mirante, e a Casa Encantada com biblioteca que encena histórias infantis.

 

 

 

O passeio foi lindo… quem quiser mais informações pra visitar pode acessar o site da Prefeitura:

http://www.curitiba.pr.gov.br

e também o

http://www.curitiba-parana.net/parques/alemao.htm

que traz fotos lindas do lugar!

 

 

bjinhus*